Quinta, 19 de Maio de 2022

Tempo aberto

Entre Rios de Minas - MG

Cultura Memória Entre Rios

Cassiano Antonio da Silva Campolina

Cassiano Campolina deixou, em testamento toda sua riqueza para construção de uma grande obra, que atendesse a Entre Rios de Minas e região

08/05/2022 às 11h17 Atualizada em 13/05/2022 às 15h43
Por: Rodolfo Andrade Fonte: ENTRE RIOS NEWS
Compartilhe:
Divulgação
Divulgação

Relembre um pouco da história deste grande benfeitor em Entre Rios de Minas

Antes de falecer, em 28 de julho de 1904, Cassiano Antônio da Silva Campolina, também patriarca do Cavalo Campolina, deixou, em testamento, toda sua riqueza para construção de uma grande obra que atendesse a Entre Rios de Minas e região.

 Inaugurado em 1910, o Hospital Cassiano Campolina, que leva seu nome, atende uma população de 40 mil habitantes das cidades de São Brás do Suaçuí, Lagoa Dourada, Piedade dos Gerais, Desterro de Entre Rios e Jeceaba, além da própria Entre Rios. 

Filho do major José Caetano da Silva Campolina e da dona Francisca de Paula de Ferreira, Cassiano Campolina era um homem de muitas posses.

 Excêntrico, passou oito anos sem ultrapassar os limites da sua propriedade, a Fazenda do Tanque, existente até os dias de hoje.

 Tinha apenas dois amigos, o coronel Joaquim Pacheco de Resende e João Ribeiro de Oliveira, inicialmente, herdeiros de sua fortuna.

 Ao saber dos planos de Dr. Arthur Ribeiro de Oliveira, juiz da Comarca em 1902, para angariar fundos para a construção de um hospital para a região, Joaquim Pacheco e João Ribeiro entraram em acordo para abrir mão do legado de Campolina, que o reverteu para conclusão da obra. 

Cassiano Campolina morreu em 1904, aos 68 anos, e o Hospital Cassiano Campolina foi inaugurado em 15 de setembro de 1910, quando a enfermaria atendia os oito primeiros pacientes.

 No ano de 1914, o número de atendidos já subia para 1.492. Cinco anos depois a instituição concluía a instalação de energia elétrica, graças a um acordo com o senador Francisco Ribeiro de Oliveira, cuja propriedade abrigava uma cachoeira capaz de iluminar toda a cidade de Entre Rios, conforme constatou estudo do padre João Luiz Espechit. 

Foto: Wikipedia.org

No ano de 1918, o hospital teve especial importância no Brasil, tratando 1.000 pessoas acometidas pela Gripe Espanhola, das quais apenas duas morreram. O fato se repetiu em 1919, com a doença chegando ao distrito de Rio do Peixe, para onde foram enviados medicamentos manipulados em sua própria farmácia.

Também foi o Hospital Cassiano Campolina que cuidou dos casos de varíola que irromperam na cidade de Entre Rios, isolando os doentes em suas casas. 

 

Fonte: Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Campolina

 

Receba as notícias de Entre Rios de Minas e região através do grupo do WhatsApp do Entre Rios News. Lembrando que não é um grupo de bate-papo, somente para postagens de notícias. Clique https://abre.ai/entrerios-news

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Memória Entre Rios de Minas
Memória Entre Rios de Minas
Sobre Memória Entre Rios de Minas é um projeto de resgate e valorização da cultura e da história da cidade de Entre Rios de Minas, criado e desenvolvido por Rodolfo Andrade. Acesse www.facebook.com/memoria.entrerios
Entre Rios de Minas - MG Atualizado às 00h14 - Fonte: ClimaTempo
Tempo aberto

Mín. Máx. 16°

Sex 19°C 4°C
Sáb 20°C 6°C
Dom 21°C 8°C
Seg 21°C 9°C
Ter 19°C 7°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete