Quarta, 19 de Junho de 2024
11°C 26°C
Entre Rios de Minas, MG
Publicidade

Sensação de solidão é mais forte em duas fases da vida; veja quais e saiba como evitá-la

Medidas simples ao longo da vida ajudam a manter a conexão social

15/05/2024 às 07h45 Atualizada em 16/05/2024 às 08h49
Por: Redação Fonte: Estadão
Compartilhe:
Foto: krissikunterbunt/Adobe Stock
Foto: krissikunterbunt/Adobe Stock

Quando o médico Vivek Murthy fez uma turnê por faculdades em todo o país no último outono, ele começou a ouvir o mesmo tipo de pergunta repetidamente: como devemos nos conectar uns aos outros quando ninguém mais conversa?

Em uma época em que a participação em organizações comunitárias, clubes e grupos religiosos diminuiu, e mais interações sociais ocorrem online em vez de pessoalmente, alguns jovens estão relatando níveis de solidão que, em décadas passadas, eram tipicamente associados a adultos mais velhos.

É uma das muitas razões pelas quais a solidão se tornou um problema tanto no início quanto no final de nossas vidas.

Em um estudo publicado recentemente na revista Psychological Science, pesquisadores descobriram que a solidão segue uma curva em forma de U: começando da juventude, a solidão autorrelatada tende a diminuir à medida que as pessoas se aproximam da meia-idade apenas para aumentar novamente após os 60 anos, tornando-se especialmente pronunciada por volta dos 80 anos.

Embora qualquer pessoa possa experimentar a solidão, indivíduos na meia-idade podem se sentir mais socialmente conectados do que outros grupos etários porque estão frequentemente interagindo com colegas de trabalho, um cônjuge, filhos e outros em sua comunidade — e essas relações podem parecer estáveis e satisfatórias, analisa Eileen K. Graham, professora associada de ciências sociais médicas na Faculdade de Medicina Feinberg da Universidade Northwestern e a autora principal do estudo.

À medida que as pessoas envelhecem, essas oportunidades podem “começar a desaparecer”, diz ela. No estudo, que analisou dados de várias décadas, começando na década de 1980 e terminando em 2018, os participantes nas extremidades do espectro etário eram mais propensos a concordar com afirmações como: “Sinto falta de ter pessoas ao meu redor” ou “minhas relações sociais são superficiais.”

“Temos músculos sociais assim como temos músculos físicos”, compara Murthy. “E esses músculos sociais enfraquecem quando não os usamos.”

Quando a solidão não é verificada, pode ser perigosa para nossa saúde física e mental, e tem sido ligada a problemas como doenças cardíacas, demência e ideação suicida.

Graham e outros especialistas em conexão social afirmam que existem pequenos passos que podemos tomar em qualquer idade para cultivar um senso de pertencimento e conexão social.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Espiritualidade
Sobre o blog/coluna
Espiritualidade tem a ver com propósito e sentido. É um grande ato de conexão entre o ser humano e o divino. É a busca por um reencontro com a sua essência, conectando-se com algo maior que si próprio. Cada pessoa tem sua própria ideia desse conceito. Em um contexto geral, a espiritualidade pode ser definida como a busca humana por um significado para a vida por meio de conexões intangíveis.
Ver notícias
Entre Rios de Minas, MG
25°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 26°

24° Sensação
2.43km/h Vento
34% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h31 Nascer do sol
05h23 Pôr do sol
Qui 27° 12°
Sex 27° 12°
Sáb 25° 17°
Dom 28° 14°
Seg 29° 14°
Atualizado às 16h03
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +0,28%
Euro
R$ 5,86 +0,32%
Peso Argentino
R$ 0,01 +0,36%
Bitcoin
R$ 375,882,04 +0,07%
Ibovespa
120,261,34 pts 0.53%
Publicidade
Publicidade
Publicidade